O que achei do Welcome to the Django e que você deveria saber

python-django

Esse texto é baseado a a partir das experiências que tive durante o percorrer do curso.

A inspiração do texto será em divulgar pontos que acredito serem muito importantes que foram aprendidos e reforçados, no qual fazem uma enorme diferença para quem deseja conhecer Python e Django. Fiz o curso pois desejava aprender Django de forma rápida e prática, e como mesmo disse em minha entrevista sobre minha dificuldade em aprender, o curso se tornou uma escolha natural, pensando dessa forma me inscrevi sem pestanejar.

O curso se resume a desenvolvimento ágil na prática, mostrando as facilidades que o Django oferece para criar aplicações rápidas, através de baby steps, ou seja, pequenas metas a serem cumpridas pouco a pouco, entregando apenas o mínimo, sempre incrementando de acordo com as necessidades que surgem durante o projeto.

Criar aplicações rápidas com entregas contínuas e incrementais é fundamental para que seu cliente obtenha uma aplicação básica, contendo informações importantes para que dê andamento ao projeto. Você já viu aquelas páginas que contém apenas informações como telefone, e-mail e alguns contatos? E logo depois o site foi liberado com diversas outras funcionalidades? É isso aí que estamos falando, e você não achou legal isso?

Isso realmente é um ponto importante, muitas vezes criamos algo que contém diversas funcionalidades que não serão necessárias, pesando o projeto, comprometendo o tempo e planejamento, encarecendo e dando mais trabalho para dar manutenção. Essa ideia é baseada em Extreme Programming, entregar projetos rápidos que atendem as necessidades imediatas dos clientes. Veja essa palestra bacana do Henrique que comenta um pouco sobre isso.

Vamos falar sobre alguns pontos que aprendi e que achei importantes:

Ter um ambiente bem preparado é indispensável

Ter as ferramentas corretas faz uma enorme diferença, umas das maiores dúvidas para quem está começando a programar é sobre quais IDE’s escolher, mas o que é controverso e engraçado é o quanto mais você se aprofunda sobre programação, mais coisas simples desejará.

Vamos explicar melhor: “Não se preocupe com a ferramenta inicialmente, a melhor ferramenta será aquela que você se sentir confortável e que atenda hoje as suas necessidades. De acordo com o tempo elas podem mudar, mas serão escolhas naturais e indolores. Aprenda o básico e persista, essa é a chave do sucesso para iniciantes.”.

O uso do Vagrant e Virtualenv fazem a diferença pois isolam suas aplicações e organizam de forma que não se comprometam. De acordo com o tempo seus projetos podem se misturar com as bibliotecas dos outros ou plugins que são agregados, desatualizações e quebras de compatibilidade podem se transformar em um efeito dominó que será difícil consertar.

O Python vem com baterias inclusas

Acredito que esse seja um dos pontos fortes da linguagem, assim como as Gems do Ruby, são bibliotecas já inclusas que enriquecem a experiência, com apenas algumas importações poderá fazer coisas extraordinárias com poucas linhas. Isso não é nenhuma novidade, mas a história contada durante o curso, de minha parte achei engraçada, exemplifica de forma clara os poderes que a linguagem oferece.

Testes são essenciais

Para implementação de novas funcionalidades, é necessário que o sistema pronto não seja comprometido, para que você não tenha que ficar testando suas aplicações na mão, os testes servem para que se mantenha em pleno funcionamento. Testes em sua grande parte são lindos na teoria, mas são chatos na prática, por isso que muitas pessoas não gostam deles ou falam mal, erros e travamentos são frequentes e tiram a paciência, mas a recompensa posterior é reconfortante.

A comunidade é fundamental

Se existe algo que me faz gostar da linguagem é a comunidade, mas porque eu e outros repetem frequentemente isso? Por que se você tem dificuldade existem pessoas dispostas a te ajudar, compartilhar ideias e conhecimento. Para quem está começando, ter uma boa quantidade de material para consulta é fundamental para não travarmos e perdermos o pique. Já escrevi um artigo falando sobre aonde encontrar respostas as suas dúvidas, isso são apenas alguns, existem diversos outros.

Conhecer gente nova, novas tecnologias e ideias é algo fora do comum, geralmente quem trabalha com tecnologia é movido a novidade e trocas de conhecimento.

Sempre é bom refatorar código

Isso vem da ideia do TDD, porém não é diretamente atrelado. No zen do Python há a citação:

There should be one– and preferably only one –obvious way to do it.”, quer dizer, deverá haver apenas uma forma óbvia para fazer tal coisa, e de forma mais simples possível, e devido as diversas formas que a linguagem permite que sejam criados seus códigos, deverão ser enxugados pouco a pouco até que fique satisfatória.

Se você deseja um curso aonde se aprende na prática, no qual seu projeto é posto no ar de forma simples e rápida, indico o curso. Acredito que tendo uma base de programação, saber sobre Git, controle de versão e TDD farão as aulas serem mais produtivas, claro que se não souber dessas coisas previamente não irá comprometer o andamento do curso.

O curso não indico para quem não tem conhecimento algum sobre programação.

COMO ASSIM, ERIC?

Não se espante, falei aquilo acima para chamar sua atenção, se você não conhece nada dá para acompanhar tranquilamente o curso, porém o foco não é para você.

Por que? O intuito do curso é uma injeção de Python e Django, ou seja, lógica de programação que é algo fundamental não é abordado aprofundadamente. Como o curso aborda desenvolvimento ágil, e são aulas ‘curtas’, infelizmente não há tempo para abordar esses tópicos, mas dentro do grupo de estudos você pode sem problemas solicitar aos seus colegas e também ao Henrique, fontes de estudo e referências das quais você pode estudar para companhar, e também esse tópico pode ser facilmente aprendido dentro de 1 semana com 1 hora de estudo diário, isso se você já não aprendeu alguma coisa na faculdade.

O diferencial do curso é ser completo, abordando desde a instalação do Python, criação do ambiente de desenvolvimento, testado, com exercícios para casa, suporte tanto do professor como dos outros alunos e colocando sua aplicação no ar, que é bem legal. Repleto de dicas e fontes de estudo, e ex-alunos sempre indicando muito bem. Conheci um que refez o curso por questões de atualização e por gostar do método de ensino.

Se você é ex-aluno, diga nos comentários suas observações, se não ainda não foi e tem interesse, faça sua pergunta tanto sobre o curso quanto sobre Python.

Para mais informações, acesse: http://welcometothedjango.com.br/

Gostaria de agradecer ao Henrique Bastos que me ajudou dando dicas e sugestões sobre os tópicos que podia abordar, todas as considerações do texto são minhas.

Boa viagem Djangonalta!

Anúncios

9 comentários em “O que achei do Welcome to the Django e que você deveria saber

  1. Falou e disse Erick. Como aluno da mesma turma do curso tive muitas impressões semelhantes. Não sou programador profissional, mas revisitando o material do curso acho que consigo fazer minhas brincadeiras.

  2. Caramba cara!! Muito bom!! E outra coisa, lembrei de vc! Eu assisti seu video la no hangout, estava presente, tu se garante MUITO! :O
    Eu penso sim em fazer o curso do Welcome to the jungle, tanto q falei pro henrique q ia fazer… mas houve imprevistos ($$$) que não me dexaram fazer :/
    Vou aguardar a próxima turma então e enquanto isso vou postando alguns artigos no meu blog.
    Gostei muito de sua opinião cara, parabéns!
    Grande abraço!!

    1. Outro dia não me lembro aonde li sobre os cursos de vocês, vi que tem cursos muito interessantes. Pode divulgar numa boa cara, qualquer ajuda e iniciativa é válida, quem acaba ganhando são todos. Hoje quando tiver um tempo irei analisar o curso e te falo.

      Parabéns pela iniciativa cara, grande abraço!

  3. Olá Erick, tudo bem?
    Estou pensando em fazer esse curso de Django e queria uma opinião de quem já fez. Bem, a minha dúvida é: eu sei um pouco da lógica de programação, já programei algumas coisas básicas e rotinas ligadas a área de ciências, mas nada relacionado a computação e que seja um pouco mais complexo. Não tenho noção sobre essas coisas de classes, hierarquia e talz. Tenho noção de como funciona algumas aplicações web, mas bem superficial.
    No caso para pessoas iniciantes na área de programação, você acha que esse curso é muito pesado? Grande abraço.

    1. Olá Euler, tudo bom?

      O curso para seu caso seria interessante. Na verdade o curso fala no começo sobre como é a história do Python e suas características, mas logo depois já sai para a mão na massa para a criação de um projeto com Django. E as seguintes aulas são para incrementar com novas funcionalidades.

      Na verdade as aulas são pesadas mesmo, não é a toa que o curso tem 4 horas de duração/aula, mas o ideal é assistir, pegar a ideia, acompanhar o material e fazendo aos poucos. Logo na primeira aula já aprende a criar uma simples aplicação e colocá-la no ar. E acredite, no curso tem ensinamentos que demorarão por volta de 2 semanas para conseguir absorver bem depois do término.

      Se tiver mais dúvidas é só falar cara.

      Abraço.

      1. Tudo bem Eric. Primeiro desculpe pelo Erick… hehehe
        Obrigado pela resposta. Estou querendo começar a desenvolver algumas aplicações web e falaram muito do PHP, que é fácil e tudo mais. A dúvida que já era grande ficou enorme. O que achei realmente interessando desse curso é a construção de um projeto Web que será posto no ar. Pra mim se torna o diferencial. Uma última questão que fiquei intrigado, como fica a questão dos elementos gráficos do site, o Django tb tem modelos prontos para eles?
        Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s