Resenha – Python Cookbook

Uma das maiores vantagens da linguagem são as suas bibliotecas embutidas, as famosas ‘baterias inclusas’, no qual oferecem diversas facilidades ao resolver problemas diários enquanto desenvolvemos uma aplicação. E o Python Cookbook veio com uma injeção enorme de diversas bibliotecas que a grande maioria não conhece. Desde o iniciante que está programando a pouco tempo com Python, ou veio de outra linguagem, até o mais experiente programador o livro é indicado.

Python_Cookbook_resenha

Python Cookbook veio com diversos intuitos na verdade, seja para apresentar as novidades que a versão 3 do Python vem agregar, demonstrar como desenvolver soluções pythonicas e elegantes, prover discussões sobre os motivos de escolher essa ou aquela forma de desenvolvimento, levar em consideração o desempenho e processamento que seu código pode ter se escolher a forma errada, e principalmente lhe poupar diversas dores de cabeça.

A comunidade Python esses dias andaram em diversas discussões sobre o futuro da linguagem. Atualmente temos 2 versões disponíveis: 2.x e 3.x. A grande maioria dos projetos atuais se encontram na versão 2.x, sendo a versão preferencial para criação de projetos em produção. Mas por que isso? Por que ainda permanecemos na versão 2.x se já existe uma versão nova e melhorada?

O grande problema que as pessoas enfrentam é no quesito das bibliotecas externas. Até algum tempo atrás grande parte delas não havia sido portada para a nova versão, e sinceramente ainda uma boa parte não foram portadas. E esse processo leva-se um tempo para arrumar, até porque muitas delas são bastante complexas.

E para que não tenha esses tipos de dores de cabeça, muitos dos programadores ainda não migraram para a 3.x. O framework Django tem suporte a versão 3.x, um dos frameworks senão o framework mais utilizado para criação de projetos web, porém ainda encontra algumas incompatibilidades. Mas a cada dia esse cenário está mudando.

Python 3.x vem com diversas melhorias em relação a performance, tratamento de unicodes, sintaxe mais simplificada e diversas outras. Sinceramente em apenas 2 horas de estudos é possível já criar projetos de pequeno/médio porte sem problemas, e IMO, SIM, todos devemos o mais breve possível nos atualizarmos e migrarmos a nova versão.

E com tudo isso dito, o que tem a ver com o livro? Python Cookbook é a porta de entrada para o ingresso nessas novas funcionalidades que a versão traz. Tratando de temas cotidianos como tratamento de strings e integers, arquivos, metaprogramaçao, concorrência, classes e objetos, processamento de dados e outros, e mostrar que é possível utilizar a nova versão sem grandes problemas.

Quem nunca se deparou com alguns desses problemas e levou certo tempo para descobrir como solucionar?

– Manter dicionários em ordem;
– Agrupar registros de acordo com um campo;
– Pesquisar e substituir textos;
– Remover caracteres indesejados de strings;
– Iterar ao contrário;
– Ler e escrever dados CSV;
– Ler e escrever dados JSON;
– Diversos outros.

Mas a questão não é apenas mostrar como resolver isto, é fazer de forma simples, concisa, performática e pythonica.

Este não é um livro para se ler do começo ao fim, é um livro de receitas, que a cada problema que surgir ir fazer uma consulta. Só não digo que é aquele tipo de livro de carregar no bolso porque ele é grande. Mas isso não é algo ruim, muito pelo contrário, a quantidade de informações são indispensáveis.

Uma das coisas mais bacanas é que cada tópico é recheado de exemplos práticos, aqueles que podemos utilizar sem problemas, é tudo sem enrolação. E melhor ainda, em cada um é explicado detalhadamente o porquê de tal escolha ser a mais indicada. Não é algo que a pessoa diz que é o certo e pronto, há em cada um uma seção de discussão. Isso é realmente importante e enriquece muito o conteúdo.

A tradução ficou ótima, respeitando os termos da linguagem, não inventando ou com rodeios. Infelizmente vemos muitos problemas nesse quesito principalmente com livros de tecnologia.

O bacana de tudo é que por tratar de diversos tópicos desde os básicos aos mais avançados, o público alvo do livro atinge praticamente qualquer pessoa que deseja se aprofundar mais sobre o que a linguagem tem a oferecer. Claro que se a pessoa não tem qualquer tipo de conhecimento de programação não irá usufruir, mas tendo o mínimo de conhecimento e já esteja trabalhando em algum projeto, com certeza o livro é um MUST HAVE.

Python se destaca principalmente em sua atuação na web, seja em empresas grandes como Google, Youtube, Disqus, Instagram e outros, mas o que enriquece ainda mais a tecnologia é a sua diversidade. Utilizamos bastante Python para processamento de dados, tratamento de imagens, aplicações desktop, criação de jogos, aplicações mobile, e muito forte em computação científica. Isso é fantástico pois sabendo o mínimo da linguagem você pode ter diversos campos de atuação, você não fica preso a um determinado campo. E principalmente, sabendo apenas Python você consegue abranger a todos, não é necessário um treinamento intensivo para criar e desenvolver.

E isso é uma das maravilhas da linguagem, além do suporte da comunidade e diversos cursos, livros e tutoriais disponíveis tanto em livros como na internet. Livros como o Python Cookbook vem para enriquecer ainda mais seus conhecimentos, sendo muito importante para aprender a desenvolver de forma certa e principalmente para que não haja problemas de performance. Com a velocidade e o crescimento das aplicações, uma hora ou outra nos deparamos com esses problemas, poupando o trabalho de refatoração de código já fazendo a coisa certa desde o começo.

Nos primeiros capítulos começamos com coisas básicas como estruturas de dados e algoritmos, strings e textos, e tratamento de números datas e horas. Apenas nesses 3 tópicos já são mostrados como importar bibliotecas certas para cada tipo de necessidade. Muitos programadores tem a ideia de que uma biblioteca tem diversas funções, isso é verdade em certo ponto, mas o que não sabem é que existem diversas variações, aplicações e resultados que cada uma apresenta.

Depois nos aprofundamos um pouco mais na questão de iteradores e geradores, arquivos e I/O, nesses capítulos são interessantes os detalhes dados no tratamento de unicodes por exemplo, como trabalhar facilmente com a manipulação de iteradores, seja na verificação de aquivos, lista de diretórios, criar arquivos e diretórios temporários e outros.

Temos também Codificação e processamento de dados, fundamentais quando trabalhamos com bancos de dados grandes. Funções, Classes e objetos, como definir funções com argumentos default ou senão funções de callback inline.

Ainda existem diversos outros tópicos importantes que contém o livro que vale a pena dar uma olhada. Fica a dica então de darem uma olhada e ver realmente quão poderosa a linguagem é e as facilidades que ela oferece.

Para mais informações, acesse – http://www.novateceditora.com.br/livros/python-cookbook/

Se deseja ver os capítulos que o livro aborda, acesse o sumário – http://www.novateceditora.com.br/livros/python-cookbook/sumario9788575223321.pdf

E também alguns dos exemplos que falei, a Novatec disponibiliza o primeiro capítulo gratuitamente para analisar a qualidade do material – http://www.novateceditora.com.br/livros/python-cookbook/capitulo9788575223321.pdf

Anúncios

7 comentários em “Resenha – Python Cookbook

  1. Legal Eric.
    Não sei se era a intenção, mas só senti falta de uma questão mais técnica. Fazer um resumo de cada capítulo, com exemplos: Estrutura de dados, exemplos interessantes do capítulo, que envolvam uma forma pythonica e como usá-las.. etc.
    Mas de qualquer forma, é legal ter divulgação de bons livros como esse.

    1. Obrigado pelo comentário Leandro. Na verdade pensei em pegar uns 2 exemplos de códigos para mostrar, mas como se trata de algo técnico, cópia de código não sei se teria alguns problemas em relação a direitos autorais. Irei verificar nesse ponto e qualquer coisa acrescento o artigo com alguns exemplos práticos.

      Mas se for o caso, veja o capítulo de exemplo disponível gratuitamente pela editora :http://www.novateceditora.com.br/livros/python-cookbook/capitulo9788575223321.pdf

      1. É verdade, não sei se teria problema em copiar código.

        Ah, não. Eu já vi o livro. É mais na questão de acrescentar/engrandecer seu post, acho que ficaria ainda mais chamativo =)

    1. Melhoramos a pergunta: “Vale a pena investir 130,00 nesse livro?”

      Se você precisa melhorar seu código além das outras coisas que comentei no post, acredito que seja um valor bem razoável levando em consideração as melhorias que serão implementadas, podendo melhorar suas chances e subir na carreira.

      Sim, realmente ele é muito bom. Aprendemos atalhos, funções e coisas que a grande maioria não deve conhecer que Python deve fazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s