#2 Júlia Rizza | Pessoas que me inspiram

julia_rizza

Uma das coisas que mais gosto é conectar pontos. Quando estava aprendendo Python, fiz um curso de Web2py como já comentei aqui, e na mesma época na minha turma estava a Júlia Rizza e o Cássio Botaro. Ambos deslancharam em suas carreiras, se tornando referências no assunto quando se trata de Python/Web2py, e vejo que o curso que fizemos foi um ponto de encontro onde pudemos trocar experiências e nos conhecerem.

Hoje entrevisto a Júlia Rizza (blog), ela ministrou um curso de Web2py na Pycursos. Web2py se destaca por ser o framework ideal de entrada no mundo de desenvolvimento web, e a Júlia irá contar um pouco sobre essa experiência.

Júlia, fale um pouco sobre você

Pois bem, além do meu nome, que você já conhece, tenho 17 anos e trabalho com Python há mais de 3. Sempre me interessei na internet e em como as coisas aqui funcionam, como são construídas, por isso desde os 12 venho descobrindo mais sobre o desenvolvimento voltado para a web. Uma das razões de eu ter procurado aprender Python, inclusive, foi para trabalhar com isso. Motivo pelo qual apenas um ou dois meses depois de começar a aprender a linguagem, já parti para o web2py e hoje exploro vários outros frameworks da linguagem dentro dessa área. Meus maiores motivos de orgulho atualmente envolvem programação em geral e, desde bem cedo, tenho a certeza que quero continuar envolvida nisso. Por isso, tenho orgulho de dizer que sou a mais nova bixete da Engenharia de Computação da UFU (Universidade Federal de Uberlândia), co-founder da Cacho.la e professora de web2py.

Por que Web2py? Quais são as principais vantagens diante outros frameworks como Django e Flask?

O web2py foi criado com uma proposta didática, pois seu criador, Massimo di Pierro, percebia a grande dificuldade de entendimento da turma sobre alguns conceitos. Dessa forma, foi criado um framework que já oferece um molde de aplicação para o programador, com ferramentas prontas, embutidas, e que direciona para boas práticas. Tudo isso, além de guiar o programador dentro do mundo do desenvolvimento web e fazer com que ele adquira conhecimentos mais profundos sobre o que ele realmente está fazendo, agiliza a produção de aplicativos, torna-a mais simples e prática.

Nada melhor que isso para começar a desenvolver para a web ou para agilizar seu desenvolvimento quando você já tem experiência na área, por isso a minha escolha do framework.

Não gosto da comparação entre frameworks, pois vejo que cada um tem suas características próprias e isso faz com que sejam melhores ou piores dependendo do seu objetivo final, da sua aplicação.

Mas, em geral, as vantagens do web2py estão no seu modelo didático, que molda o programador dentro das melhores práticas, como o modelo MVC, e o fato de ser “pronto-para-usar”, ou seja, você não depende de bibliotecas externas para desenvolver, ele já vem com todo o necessário para uma aplicação básica, e você já pode sair programando, além de ter um dos deploys mais fáceis que eu já conheci.

E desvantagens do Web2py, existem?

Como nas vantagens, as desvantagens do framework são consideradas dependendo da aplicação final que você deseja. Mas novamente, em geral, considero que as desvantagens do web2py estão na documentação, que muitas vezes não encontra-se atualizada ou não é bem explicada em determinado ponto, mas creio que isso ocorre pois a comunidade e o framework estão em pleno crescimento, portanto agora que as coisas estão começando a melhorar nesse ponto (e, de qualquer forma, você sempre ganha uma resposta quando recorre à comunidade); além disso, o que pode ser considerado tanto uma desvantagem quanto uma vantagem, dependendo da pessoa, é a pouca liberdade que o framework te dá visto que ele tem fins didáticos, ou seja, ele funciona dentro de um molde e não te dá muita liberdade para sair dele. Caso você esteja começando ou já tenha experiência e goste do molde, isso é bom; caso contrário, é incômodo, mas nada que te proíba de trabalhar com ele.

Como foi a experiência de ministrar um curso online?

Bom, essa foi a primeira turma na minha vida para a qual eu dei aula de alguma coisa, então eu fiquei ansiosa do início ao fim do curso, mas foi uma das melhores experiências que tive e é realmente gratificante poder repassar o meu conhecimento aos outros. Os alunos deram muitos feedbacks legais e a turma foi excelente, apresentando trabalhos e resultados incríveis. Tentei passar nas minhas aulas não só o conhecimento sobre o web2py, mas sobre o desenvolvimento web em geral. Assim, espero ter ajudado os alunos não só com o framework, mas com seus futuros projetos e até mesmo profissões na área. Pretendo seguir com o curso, abrindo novas turmas e melhorando o conteúdo, pois adorei essa experiência.

Quais são as ferramentas/plugins que o Web2py oferece que fazem parte do seu dia a dia desenvolvendo?

Geralmente, utilizo Sublime Text para qualquer tipo de desenvolvimento e pego dicas e snippets do web2py slices para funcionalidades básicas que outras pessoas deixaram prontas (por exemplo, a aplicação do plugin CKEditor), afinal não temos que reinventar a roda. Git é uma ferramenta indispensável para qualquer desenvolvedor, por isso também dei uma ênfase a isso nas últimas aulas do curso. Visto que o web2py já vem com tudo pronto para começar a desenvolver, preciso mesmo somente disso. Por fim, costumo fazer o deploy na PythonAnywhere, que oferece uma ótima estrutura, e tudo fica lindo!

Deixe dicas e comentários para as pessoas que desejam conhecer um pouco mais sobre Python e Web2py e suas considerações.

Conhecer Python e web2py não é difícil, visto que ambos têm crescido muito e tem vários materiais espalhados na web, inclusive recomendo altamente os materiais que você indica no seu blog, mas uma dica sempre importante é: aprenda inglês, independente se você irá fazer serviços apenas em português, que nunca use nada em inglês nas suas aplicações. A questão é, tem gente da Ásia, da Europa, da África, de todo o lugar do mundo contribuindo com materiais e conhecimento sobre essas ferramentas, e toda essa contribuição vem em inglês e você vai crescer muito mais na área se conseguir adquirir conhecimento delas. Junte esse conhecimento com dedicação e interesse na área e no seu próprio crescimento e logo vai estar com ofertas de emprego, projetos e oportunidades nas suas mãos.

E conheça o Web2schools, projeto da Júlia sobre gerenciamento de escolas com Web2py – https://ericstk.wordpress.com/2014/02/12/web2schools-gerenciamento-de-escolas-com-web2py/

Um comentário em “#2 Júlia Rizza | Pessoas que me inspiram

  1. Nossa cara, legal e eu aqui 19 anos, comecei ter curiosidade arespeito de deselvolvimento web desde os 13, portanto me desviei com jogos, hoje me arrependo e estou tentando recuperar o tempo perdido, sei umas coisas em python, e já estou focando bastante em Django.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s